Eu Primeiro!

Bolt - Copia_edited

Estar no topo de uma lista é uma coisa muito ambígua. Isso pode significar sua excelência em algo ou que você é muito ruim no assunto. Estar em primeiro ou ser o primeiro é bem diferente e ao mesmo tempo não é. O primeiro lugar é uma estranha obsessão para a maioria absoluta dos humanos. De um jeito ou de outro temos a “necessidade” de nos gabar. Contar vantagem é algo meio inerente à nossa raça. Continuar lendo

Anúncios

Revhead Theater: A última limusine russa

Dokumentalnyj_film_Poslednij_limuzin_2013

Durante o período da Guerra Fria a indústria automotiva russa era fechada, todos carros eram feitos com um propósito e não tinha espaço para coisas supérfluas: os Ladas, Moskvitch, ZAZ e outros compactos eram carros simples para o povo, o GAZ Volga era um sedan para trabaho, o GAZ Chaika era para os funcionários de alto escalão, os jipes UAZ eram veículos militares e a ZiL fazia caminhões para transportar cargas e uma limusine de luxo para funcionários de escalão mais alto que os donos de Chaika e chefes do estado. Tem mais fabricantes russos e pretendo aprofundar mais sobre ele no futuro, mas hoje vamos falar dos carros ZiL. Continuar lendo

Sechs Punkte Neun

W116 6.9 Milanbraunmetalik

Seu nome completo é Mercedes-Benz 450 SEL 6.9. Porém você pode chamá la simplesmente de 6.9. Acontece que, diferente de modelos mundanos, ela faz parte de um seleto grupo de carros como M1, ZR1, F40, e 959, que podem ser facilmente reconhecidos apenas por seus alfanuméricos (ou puramente por números). Mas para entender o que torna a 6.9 tão especial e merecedora desse tipo de distinção é preciso uma pequena lição de história. Continuar lendo

Revhead Theater: World’s Greatest Drag Race 7

World_s-Greatest-Drag-Race-1edit

Vanderberg Air Force Base, Lompoc, Califórnia. Lar da 30th Space Wing do Comando Espacial da Força Aérea Americana. Fundada em 1941 como um centro de treinamento para forças de infantaria, atualmente a base é a terceira maior do país e tem a missão de colocar satélites em órbita polar a partir da Costa Oeste, usando impulsionadores descartáveis e reforçadores reutilizáveis. Também tem a importante missão de servir como uma das duas bases pacíficas de defesa em caso de possíveis ameaças de mísseis norte-coreanos ou iranianos, usando mísseis balísticos de alcance intermediário. Continuar lendo

A fina arte de fazer tudo errado

room-poster

Disclaimer: Já fazia um tempo que queria começar a escrever sobre filmes e não tinha um espaço apropriado, mas agora lembrei que esse blog é meu e eu faço o que quiser nele. Por isso aguarde para críticas, análises e outras coisas sobre filmes novos e antigos. Minhas críticas não terão notas para os filmes, não acredito que um filme possa ser classificado de forma quantitativa com números, dizer que tal filme é nota 7 diz nada pra mim. Um filme tem muitas variáveis para ser analisadas, cada tipo de filme tem que ser analisado de formas diferentes (Transformers não pode ser comparado com filme do Tarantino!) e no final cabe ao espectador julgar se gostou ou não, o papel do crítico é de passar o que sentiu quando viu o filme, sua opinião também é pessoal apesar de também ter conhecimento técnico. O crítico não é um ser supremo que sabe de tudo e sempre está certo, se encontrar com um desses por aí não leve a sério.

Por que indicamos filmes para as outras pessoas? Geralmente é por você ter gostado, ou ele tem uma temática interessante, ou até por ele servir como fonte de pesquisa. Mas e quando o filme é ruim? Não ruim como aquele blockbuster que só existe pra pegar carona no sucesso de algum jogo ou aqueles filmes toscos como Sharknado (2013) que foi criado para ser ruim. Estou falando de um filme que foi feito com as melhores intenções que saiu tão ruim que você recomenda a todos seus amigos só para eles conhecerem um novo nível de podridão. The Room é isso, o nível é tão baixo que virou um cult moderno. Continuar lendo