A pré-história do airbag

Imagem

A partir de 2014 airbags serão obrigatórios em todos os carros vendidos no Brasil, a Mercedes-Benz diz que o classe S foi o primeiro carro a oferecer esse importante equipamento de segurança em 1981, mas a história dos airbags começou muito antes.

A primeira patente de um dispositivo similar é de 1951, um engenheiro alemão chamado Walter Linderer criou uma bolsa de ar que era inflada por um compressor ativado pelo pára-choque ou pelo motorista, mas testes mostraram que a velocidade de enchimento desses airbags era muito lento e não garantia a proteção necessária ao motorista. Em 1953 John W. Hetrick, engenheiro industrial da marinha norte-americana que tinha grande conhecimento em dispositivos disparadores de torpedos, patenteou um sistema mais parecido com os airbags modernos, mas também não obteve muito sucesso. Dez anos depois foi a vez do japonês Yasuzaburou Kobori patentear um dispositivo de segurança automotivo baseado em bolsas de ar, que era muito parecido com os airbags modernos e já incluía bolsas laterais, no teto e para o banco traseiro.

Airbags de Yasuzaburou Kobori

A primeira tentativa de um grande fabricante de automóveis de usar bolsas infláveis para a proteção de passageiros foi da General Motors no início dos anos 70, em 1972 a Chevrolet fabricou 1.000 Caprices e Impalas modelo 73 equipados com airbags experimentais chamados de Air Cushion Restraint System, o ACRS consistia de uma bolsa instalada no volante e outra no painel abaixo do porta-luvas, essas bolsas eram infladas em 40 milissegundos por um dispositivo pirotécnico, as bolsas eram suficientemente grandes para proteger a cabeça, o tronco e os joelhos dos 3 passageiros dianteiros e a do passageiro tinha dois estágios de acionamento. Esses Chevrolets usavam painel de Oldsmobile, motor V8 de 350 polegadas cúbicas do Corvette que produzia  254 cv e chassi reforçado dos carros de polícia.

Um raro Chevrolet Impala 73 equipado com ACRS

Imagem

Interior do Impala 73

Esses Chevrolets equipados com o ACRS foram vendidos para frotas do governo e alguns sofreram acidentes e salvaram os passageiros, o ACRS também foi o primeiro airbag responsável pela morte de um ocupante, quando uma criança que estava no banco dianteiro sem cinto de segurança foi atingida pela bolsa inflável em um acidente.

Imagem

Ilustração mostrando o funcionamento do ACRS

O ACRS passou a ser oferecido como opcional para toda a linha da Cadillac (exceto o Eldorado conversível e o Fleetwood série 75), para os Buicks Electra 225 e Riviera e para os Oldsmobiles Delta 88, Delta 88 Royale, Ninety Eight e Toronado no final de 1973 para os modelos 74, ele continuou sendo oferecido em 75 e 76, mas foi abandonado pela baixa procura, a estimativa da GM era de fabricar 100.000 carros equipados com o ACRS, mas apenas 10.000 foram feitos nesses 3 anos, a General Motors só voltou a oferecer airbags nos EUA no início dos anos 90. O airbag como conhecemos hoje em dia foi introduzido pela Mercedes-Benz em 1981 no classe S, mas não era tão refinado quanto a ACRS, as bolsas eram menores e só protegiam a cabeça dos ocupantes e tinham apenas um estágio, airbags de duplo estágio só apareceram nos últimos 10 anos.Imagem

Mesmo depois de ser abandonado, o ACRS continuou salvando vidas, no final dos anos 90 um Oldsmobile Toronado 1974 bateu em outro carro, a idosa que estava dirigindo o Olds foi protegida pelo ACRS enquanto o motorista do outro carro não sobreviveu, outro caso envolvendo esse sistema foi quando o Insurance Institute for Highway Safety encontrou dois Chevy Impala 73 equipados com o ACRS em um barracão, um foi completamente restaurado e o outro apenas recebeu uma bateria nova e foi usado em um crash test, mesmo depois de ter ficado parado por 20 anos as bolsas infláveis funcionaram perfeitamente.

Um curto vídeo sobre um dos 1.000 Chevrolets equipados com o ACRS: http://vimeo.com/1553230

Nesse Flickr vocês podem ver mais fotos de carros equipados com o ACRS: http://www.flickr.com/groups/1619498@N22/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s