A América contra ataca

Imagem

As crises do petróleo nos anos 70 provocaram um grande impacto no mercado automotivo norte americano e um dos setores mais afetados foi o de carros de luxo. Nos anos 80, jovens executivos (também conhecidos como yuppies) que tradicionalmente compravam Cadillacs, Lincolns e Chryslers passaram a migrar para carros europeus, Mercedes-Benz, BMW, Audi, Saab, Volvos e até Peugeots. O que eles mais apreciavam nesses sedans europeus eram o bom desempenho, o consumo baixo, a dirigibilidade e o acabamento, o rich corinthian leather e cromados dos carros americanos não agradavam aos jovens. Mas os grandes fabricantes americanos não ficaram parados vejam as respostas deles a essa invasão: Continuar lendo