O resgate das origens

2005 Ford Mustang GT

Nos anos 2000 começou uma onda retro no mercado automotivo mundial, New Beetle, Thunderbird, PT Cruiser, 300C, SSR e Mini foram um dos principais representantes desse estilo. O Ford Mustang entrou nessa onda retro em 2003 com um conceito apresentado no salão de Detroit e dois anos depois foi lançado o modelo de produção.

03detroit FrdConcept CVconMustang

A quinta geração do pony car estreava a plataforma D2C, uma versão simplificada da DEW usada pelo Jaguar S-Type, Ford Thunderbird e Lincoln LS. A principal mudança foi a troca da suspensão traseira independente pelo eixo rígido, mais barato, robusto e leve. O motor V8 de 4,6 litros foi atualizado, o bloco passou a ser feito de alumínio e os cabeçotes passaram a ter 3 válvulas por cilindro com comando variável, a potencia era de 304 cv. O secretary six era um V6 4 litros de 212 cv. A nova geração foi um sucesso de vendas, a falta de concorrência e a boa relação custo/desempenho fazia do Mustang um dos esportivos mais baratos dos EUA.

Motor V8, cambio Tremec de 5 marchas mandando a força para o euxo certo, suspensão McPherson na dianteira, eixo rígido four link com barra panhard na traseira, freios com discos ventilados... #IssoAGloboNaoMostra!

Motor V8, cambio Tremec de 5 marchas mandando a força para o euxo certo, suspensão McPherson na dianteira, eixo rígido four link com barra panhard na traseira, freios com discos ventilados… #IssoAGloboNaoMostra!

Em 2007 foi lançado mais um modelo que remetia ao passado: o Shelby GT500. O GT500 foi o Mustang mais potente já feito até então, o motor era um V8 5,4 32 válvulas com compressor mecânico e que produzia 506 cv. Esse motor era acoplado a um cambio Tremec manual de seis marchas e fazia o GT500 ir de 0 a 100 km/h em 4,6 segundos. No ano seguinte foi lançado o Shelby GT500 KR, com 547 cv e suspensão com componetes Ford Racing.

Isso se chama 66 kgf•m de torque

Isso se chama 66 kgf•m de torque

Para comemorar os 40 anos de lançamento do filme Bullitt foi lançado o Mustang Bullitt em 2008, baseado no GT. O Bullitt recebeu um escapamento exclusivo que imitava o ronco do motor 390 do ‘Stang dirigido por Steve McQueen no filme, além disso, ele recebeu suspensão mais firme. Externamente o Bullitt podia ser identificado pela grade negra sem emblemas ou faróis auxiliares, rodas com centro preto e bordas polidas e pela pintura Dark Highland Green. Para 2009 a única novidade foi o teto de vidro opcional no coupé.

Cue the Schifrin!

Cue the Schifrin!

Com o lançamento dos novos Dodge Challenger e Chevrolet Camaro, era hora do Mustang ser renovado. Na linha 2010 ele passou por uma grande reestilização, ganhava linhas mais musculosas. O motor 4,6 do GT recebeu as melhorias do Bullitt e o Shelby GT500 recebeu as melhorias do GT500 KR. Mas isso ainda deixava o pony car em desvantagem, o Camaro V6 e o SS eram 100 cv mais potentes do que as versões equivalentes do Ford. Essa desvantagem durou pouco tempo, na linha 2011 o Mustang básico recebeu o novo V6 3,7 de 309 cv, o GT recebeu um V8 5 litros novo de 417 cv e o 5,4 do GT500 passou a ter o bloco feito de alumínio.

Segundo comparativos feitos pela imprensa americana, o Mustang 2011 era mais rápido do que os concorrentes e mesmo com o eixo rígido era melhor em curvas, provando que peso baixo e um bom acerto podem sobrepor nomes pomposos na ficha técnica.

Aquele emblema se lê “Five-oh” em mustanguês

Aquele emblema se lê “Five-oh” em mustanguês

Um devorador de pista chamado Boss 302 veio ao mundo em 2012 com motor 5 litros de 450 cv e peso reduzido, isso elevou o ‘Stang ao nível de esportivos europeus como o BMW M3. A edição limitada Laguna Seca do Boss 302 era ainda mais hardcore e vinha sem o banco traseiro, com reforços estruturais e splitter de fibra de carbono na dianteira.

2012 Ford Mustang Boss

Outro devorador de asfalto veio em 2013 junto de um pequeno facelift: o novo Shelby GT500, o Mustang mais rápido de todos os tempos. Equipado com um V8 5,8 sobrealimentado com um compressor mecânico TVS e que produz 671 cv. Ele faz de 0 a 100 km/h em 3,5 segundos e atinge 325 km/h de velocidade máxima.

2013 Ford Shelby GT500

O Shelby GT500 foi o encerramento com chave de ouro da quinta geração do Mustang e o melhor exemplo de como tirar bons resultados de um carro tecnicamente simples. Uma marreta na era do smartphone

74290b5d

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s