Top 10 – Engine swaps de prateleira

swap3

Great news! O Sandero R.S. foi lançado e é um retorno dos hot hatches nacionais moderamente acessíveis! O Sandero R.S. é um Renault Sport legítimo, com a benção da matriz francesa. A genialidade dele foi no uso d peças da prateleira da marca, o motor F4R de dois litros e o cambio de 6 marchas são os mesmos do Duster e do Megane e o volante veio do Clio R.S. europeu. Mas o assunto hoje não é o Sandero. São outros carros nacionais que poderiam usar peças da prateleira para ficarem bem mais interessantes.

10: Renault Logan R.S.

Projeção feita por X-Tomi Design, todos os direitos reservados

Projeção feita por X-Tomi Design, todos os direitos reservados

Você gostou do Pandero Risos, mas tem família e apenas uma vaga na garagem? Essa poderia ser a solução para os seus problemas, o Logan é o sedan mais espaçoso da categoria e pesa pouco mais que o Sandero. A distribuição de peso mais equilibrada e a aerodinâmica do sedan poderiam até ajudar em alguns aspectos. E no final do dia continua sendo um sedan familiar, da pra convencer a patroa que é um carro sensato.

9: Chevrolet S10 V6

Nova S10 4x2 Flex Cabine Simples LT

A S10 cabine simples é apenas vendida como veículo de serviço, com motor 2,4 flex ou 2,8 diesel. Porém caminhonetes não precisam ser usadas para o trabalho sempre, um veículo de tração posterior e traseira leve pode ser muito divertido pra andar de lado. O motor V6 3,6 Alloytec de 277 cv já é usado na TrailBlazer, então cabe sem marretadas na S10. Já o cambio deveria ser manual, talvez a caixa de 6 marchas usada no Camaro e no Holden Commodore, a GM consegue resolver isso. Uma nova S10 V6 daria continuidade na tradição das picapes GM de 6 cilindros que acabou com nas S10 Executive Vortec. Mas a GM  também vende o Camaro aqui, será que rola uma S10 V8…

8: Honda Fit 1,8 ou 2 litros

honda_fit_rs_2

No Japão existe um Fit RS, com aparência esportiva, mas o mesmo motor 1,5 das outras versões. A Honda Brasileira poderia jogar algum dos motores do Civic no seu hatch/minivan/carro de vó e oferecer de fábrica o que vários preparadores fazem no mundo todo. só não venha colocar a caixa automática do Civic!

7: Chevrolet Cruze 2,5

chevrolet_cruze_sport6_6

Já adianto que não gosto do Cruze. É muito pesado, coreano e matou o último Opel da GMB. Mas com um motor maior ele ficaria menos detestável. A S10 cabine dupla vem com um novo 2,5 EcoTec Flex de 206 cv, que faz a caminhonete andar mais que o Cruze 1.8. Esse motor é leve, feito de alumínio, e usado também no Cadillac ATS, no Chevy Malibu e no Impala, dando a eles um desempenho apenas ok. No Cruze hatch, menor e (pouco) mais leve esse EcoTec colocaria ele andando junto de concorrentes como o Peugeot 308 THP.

6: Toyota Etios 1,8 ou 2 litros

Malagrine

O Etios é um carro difícil de elogia, o design discutível e o painel central não causam uma boa impressão. Mas ele é leve, muito leve. O 1,8 do Corolla faria do Etios um foguetinho que ficaria pouco tempo enfeando o seu retrovisor.

5: Palio T-Jet

autowp.ru_fiat_palio_sporting_14

O Punto T-Jet já é um bom hot hatch, o 1,4 turbo da Fiat não faz feio nele. O que limita o Punto é o seu peso e o cambio de 5 marchas. Com o motor T-Jet no Palio a briga com o Sandero R.S. ficaria mais acirrada. Pense nele como um 500 Abarth acessível e mais prático.

4: Onix Track Day

aaaa teste0615

Tava prontinho no Salão de São Paulo, um Onix com motor 1,8 do Cruze, até a aparência estava certa. Apenas fabrique ele GM!

3: Gol TSI

autowp.ru_volkswagen_gol_3-door_10

Não é o Gol AP 1,8 dos anos 90. O Up! é considerado por muitos como esportivo, mas não é. Dos VWs compactos o Gol seria o melhor cotado para virar um esportivo, por ser mais baixo que o Fox e por poder receber o 1,4 TSI que não cabe no cofre apertado do UP! Além disso o Gol tem uma longa tradição de GT, GTS e GTi, seria natural existir um novo Gol GTi. A primeira unidade na cor Azul Mônaco pro nosso colunista Pipo, por favor.

2: Peugeot 208 THP

peugeot_208_gti_30th_anniversary_18

Esse é tão simples que já existe na Europa, se chama 208 GTI. Mas o GTI tem 200 cv enquanto o THP Flex oferecido aqui tem 173. O nacional não seria tão rápido quanto o gringo, mas já daria muito trabalho para a concorrência local. Pare de perder tempo com o 2008 Peugeot! Foca no hot hatch!

1: Ford Fiesta Duratec

autowp.ru_ford_fiesta_hatchback_us-spec_51

O Fiesta ST gringo usa um 1,6 EcoBoost de 200 cv que a Ford não oferece aqui. Mas temos o Duratec 2 litros flex de injeção direta e 178 cv no Focus, todo homologado para rodar aqui, é só ligar os pontos. E não esqueça da caixa manual no Fiesta. E no Focus também.

Anúncios

8 comentários sobre “Top 10 – Engine swaps de prateleira

  1. O 208 está a caminho, vai se chamar 208 GT como o apresentado no Salão do Automóvel, quando aos 200cv esse motor THP foi amansado para o nosso território qualquer chip de potência já trás de volta todos os pocotós de fábrica.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s