O erro dos chineses

 

0df7a1e8084c848ee592d62caa4999bd

A indústria automotiva era dominada por fabricantes de países europeus e norte americanos. Essa hegemonia começou a ser abalada nos anos 60 com a ascensão dos fabricantes japoneses, que vendiam carros baratos, econômicos e confiáveis. A crise do petróleo nos anos 70 ajudou muito os japoneses nos EUA, país onde um Ford Maverick com motor 6 cilindros de 3,3 litros era considerado como carro econômico . Continuar lendo

A queda das peruas no Brasil

11087458_10202774210516894_2143507763_o

De acordo com o Grupo Executivo da Indústria Automobilística (GEIA) o priemiro automóvel nacional foi a perua DKW F-91 Universal. Perua, estate, station wagon, caminhoneta… são diversos os nomes dados para o mesmo tipo de carro com proposta familiar e derivado de algum sedan, coupé ou hatchback, raramente possuem projeto próprio. Aqui vamos chamá-las apenas de peruas. Continuar lendo

Christine, mais que um carro

DSC00536

Para muitos os carros são apenas uma montanha de metal, borracha e plástico que serve pra te levar de um lugar a outro. Mas para os entusiastas eles são mais que isso, são amigos, companheiros e até parte da família, isso não seria diferente com a Christine. Christine é um Chevrolet Vectra Elegance modelo 2011 que meu pai comprou em Setembro de 2010, completo e com cambio manual. O carro já nasceu especial por vir com o computador de bordo, que estava em falta no fornecedor e foi instalado em poucos Elegance, e por vir com o cambio F23 da Getrag, caixa usada nos antigos Vectras 2,2 e nos 2,4 16v de exportação, a maioria dos 2 litros nacionais vieram com a F17-5 Plus sem ré sincronizada e subdimensionada para o torque do motor. Continuar lendo

Dirigindo Fusca

Foto: Paulo Lana Pires

Foto: Paulo Lana Pires

Tenho apenas três anos de carteira de motorista e o carro mais velho que tinha passado pela minha mão foi um Fiat Palio 1.0 2006. Todos os carros que já dirigi tinham direção assistida, acelerador eletrônico e embreagem hidráulica, itens que facilitam muito a vida do motorista. Há uma semana experimentei o lado cru dos automóveis quando um amigo do meu irmão me deixou dirigir o Fusca 1300 1974 dele. Continuar lendo