Top 10 Driving Songs – Pipo’s Choice

 

Sejamos francos. A vida sem música seria muito chata! Não importa se você está sozinho ou acompanhado, feliz ou triste. Um bom fundo musical serve muito bem para complementar momentos, relembrar situações e ocasiões ou criar um clima. Logo, escutar uma boa música enquanto você está dirigindo é o casamento perfeito!

Continuar lendo

Anúncios

Top 10 melhores driving songs

 

Top 10 melhores driving songs

Não importa o quanto seja legal o ronco do motor de seu carro, é sempre bom ouvir uma música enquanto dirige. Seja no anda-e-para do trânsito urbano, seja numa viagem em estrada. A música que você ouve pode influenciar no modo que dirige, músicas mais agitadas como metal ou gangsta rap incitam uma direção mais agressiva, o que pode acarretar no aumento do consumo ou numa multa. Continuar lendo

10 motivos para o Monza ser melhor que o Santana

qr_25_04_79

Foto: Marco de bari

Chamar o Pipo para ser colunista é um dos maiores arrependimentos da minha vida. Ele até agora só entregou um texto, não sabe o que é deadline, só sabe falar de nominho de cor e de roda, não gosta de Raça Negra e o pior de tudo: acha que o Volkswagen Santana é um carro melhor que o Chevrolet Monza. Ainda não sei por que ainda não demiti esse infeliz, mas por enquanto vou apenas provar que ele está errado, porque é no silêncio de um Chevrolet que o seu coração bate mais alto, não num Santana.

Continuar lendo

10 motivos para o Santana ser melhor que o Monza

0

O Vô vive reclamando da minha falta de comprometimento. Admito que não sou exatamente bom com cumprir deadlines e até mesmo algumas regras. Tirando isso, temos uma relação bem agradável, afinal, antes de ser meu patrão, ele é um grande amigo, porém, nada é perfeito… Como o Vô é um grande gravateiro e eu flerto muito com o lado APzeiro da vida, temos um conflito. Ele explicou aqui as razões dele. Hoje é minha vez de dizer porque acho o Volkswagen Santana é melhor do que o Chevrolet Monza. Afinal, o VW era tão avançado que o 2000 já veio na linha 1988. Continuar lendo