Seria esse o melhor carro de tração dianteira de todos os tempos?

1997-honda-integra-type-r-1

Muitos entusiastas dizem que carro esportivo de verdade não pode ter tração dianteira, essa configuração mecânica nasceu para carros pequenos e econômicos. O polêmico jornalista Jeremy Clarkson diz que “pedir para as rodas dianteiras de um carro fazer o trabalho delas de esterçar e controlar mais de 170 cv é como pedir para um homem instalar uma tomada enquanto faz malabarismo… com pinguins… enquanto faz amor com uma mulher bonita em chamas, num palco… em frente da Rainha. Tudo vai dar errado.” Mas o Mini original, carro pequeno e econômico que popularizou a tração dianteira, provou que esses carros também podem ser excelentes esportivos e dominou os campeonatos de rally e turismo dos anos 60. Continuar lendo

Anúncios

O erro dos chineses

 

0df7a1e8084c848ee592d62caa4999bd

A indústria automotiva era dominada por fabricantes de países europeus e norte americanos. Essa hegemonia começou a ser abalada nos anos 60 com a ascensão dos fabricantes japoneses, que vendiam carros baratos, econômicos e confiáveis. A crise do petróleo nos anos 70 ajudou muito os japoneses nos EUA, país onde um Ford Maverick com motor 6 cilindros de 3,3 litros era considerado como carro econômico . Continuar lendo

Top 10 – Engine swaps de prateleira

swap3

Great news! O Sandero R.S. foi lançado e é um retorno dos hot hatches nacionais moderamente acessíveis! O Sandero R.S. é um Renault Sport legítimo, com a benção da matriz francesa. A genialidade dele foi no uso d peças da prateleira da marca, o motor F4R de dois litros e o cambio de 6 marchas são os mesmos do Duster e do Megane e o volante veio do Clio R.S. europeu. Mas o assunto hoje não é o Sandero. São outros carros nacionais que poderiam usar peças da prateleira para ficarem bem mais interessantes. Continuar lendo

Top 10 – Carros que você não esperava ver com cambio manual

autowp.ru_bmw_550i_sedan_us-spec_2

A transmissão automática está cada vez mais popular e desde que foi inventada virou padrão nos carros de luxo. As novas caixas robotizadas de dupla embreagem que fazem trocas em poucos milésimos de segundo vem se tornando padrão em carros esportivos. Mas o bom e velho cambio manual resiste bravamente e aparece em alguns carros onde ninguém esperava ver um pedal de embreagem. Continuar lendo